Programa de Responsabilidade Ambiental Compartilhada

Sempre pensando em você


PRÊMIO

No dia 28 de setembro de 2005 foi divulgada a classificação dos “cases vencedores” do 3° Benchmarking Ambiental Brasileiro. Concorreram “cases ambientais” de todo o Brasil apresentando soluções de sucesso nas diversas ações ambientais. Os “cases vencedores” foram aqueles que apresentaram soluções inovadoras que proporcionaram benefícios ao meio ambiente natural, a comunidade e competitividade a empresa e/ou instituição.

O objetivo do prêmio é identificar as melhores práticas da gestão socioambiental brasileira, validar estes cases e torna-los referências e exemplos a serem seguidos. Esta é uma forma de contribuir com o desenvolvimento técnico gerencial dos profissionais da área, e incentivar a adoção das boas práticas nas empresas e instituições.

A iniciativa teve inicio no ano de 2003 após uma pesquisa realizada com aproximadamente 300 empresas. A aceitação foi surpreendente, 89% das empresas participantes responderam ao questionário (dados disponíveis no site do Instituto Mais)

Esta é uma iniciativa pioneira e diferenciada, pois mais do que reconhecer, o prêmio visa compartilhar as boas práticas ambientais. Esta é a verdadeira contribuição da iniciativa para com a sociedade, permitindo que as empresas e profissionais detentores dos melhores indicadores e “modus operandi”, compartilhem este conhecimento com os demais.

O prêmio é inovador em toda a sua concepção. A começar pela comissão técnica que é multidisciplinar e representante de entidades associativas diversas, impedindo assim a visão unilateral da temática ambiental. Os apoiadores que dão credibilidade e visibilidade a iniciativa, formado basicamente pela mídia especializada e entidades representativas atuando como abalizadores e multiplicadores. A estrutura ágil permitindo a inscrição “on line” e de forma simplificada (descrição de 06 quesitos básicos) para incentivar e facilitar a organização do conhecimento aplicado nas organizações. E finalmente, a premiação que se realiza em formato de seminário, onde os “cases vencedores” são apresentados ao público presente, e o seu conteúdo gravado em CD-ROM e entregue aos apoiadores para seus devidos usos.

Na edição 2003, foram selecionados 14 “cases vencedores”, na edição 2004, foram 20 “cases vencedores”, e nesta edição foram selecionados 24 “cases vencedores”. Os “cases vencedores” são referencias em se tratando de boas práticas ambientais, e seus profissionais e instituições, exemplos a seguir. Este é o Benchmarking Ambiental Brasileiro, um espaço aberto à empresas, instituições e profissionais comprometidos com o desenvolvimento sustentável no discurso e na prática, pois aqui se faz, prova e compartilha o conhecimento aplicado e as boas práticas ambientais.

Confira a lista dos vencedores:

1º. CASES – PREMIADOS

1. CEAGESP – Cia de Entrepostos e Armazens Gerais do Estado SP – Sistema de Reciclagem Integrada

2. PRAC – Programa de Responsabilidade Ambiental Compartilhada / Descarte de Baterias

 

A partir desse resultado, ficou clara a importância da utilização da ferramenta “Benchmarking” para a gestão ambiental corporativa. Desta forma, o prêmio foi concebido contando desde o inicio com o apoio de entidades representativas conceituadas, comissão técnica renomada e participação de grandes empresas/instituições.

3. VIVO PR/SC – Transformando com Arte a Vida
4. Indústria Química e Farmacêutica Schering-Plough – Gestão Integrada de Recursos Hídricos
5. Instituto Via Viva – Sistema de Barreiras Rodoviárias
6. CST – Gestão do Uso Racional das Águas
7. Rohm and Haas Química – Projeto Sementes – Plantando um futuro melhor
8. Portobello – Teoria dos Sistemas
9. Centro de Cuidados e Desenvolvimento Infantil Materna – Sistema de Gestão Ambiental no Setor Educacional
10. Bunge Fertilizantes – Centro de Educação Ambiental
11. Voith Paper Máquinas e Equipamentos – Voith Recicla
12. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – Dia Nacional de Mobilização Social
13. Vianorte – Programa de Gestão Arqueológica, Pesquisa e Educação Patrimonial
14. Instituto Ambiental Vale do Rio Doce – Braço Ambiental para Pesquisas Científicas, Proteção e Conservação

 2º. CASES – MENÇÃO HONROSA

1. Prefeitura de Poços de Caldas – Desenvolvimento do Modelo de Gestão dos Resíduos
2. AES Tietê – Reflorestamento de Áreas de Preservação Permanente
3. TV Globo – Gestão Ambiental – Cuidados com o meio ambiente
4. Cia Açucareira Usina Capricho – Mata Ciliar X Cultura de Subsistência
5. Henkel – Programa de Conscientização Ambiental
6. Companhia Vale do Rio Doce – Revista Biodiversidade
7. Souza Cruz – Sistema de Tratamento Terciário de Efluentes
8. Eurofarma Laboratórios – De Mãos Dadas com a Escola
9. Klabin – A Responsabilidade Ambiental como Pilar Estratégico no Desenvolvimento Sustentável de Negócios
10. Usina Santa Cruz – Gestão Empresarial com Responsabilidade Ambiental e Social

Outras informações podem ser consultadas no site: BENCHMARKING BRASIL

 


Notícias

Nova Decisão de Diretoria da CETESB SP (DD) nº 076/2018/C

10 Abril 2018

“Logística Reversa no Licenciamento Ambiental” A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) publicou a Decisão de Diretoria (DD) nº 076/2018/C. Tal instrumento apresenta os procedimentos para a incorporação...

Prêmio SST Saúde e Segurança do Trabalho

11 Dezembro 2017

Dia 05 de dezembro no Hotel Meliá Paulista, em São Paulo SP, foi dia de festa e comemoração, Andre Saraiva, Mauricio Chiesa e Thiago Patrocínio, representando a Tamarana Tecnologia em...

Construindo a Sustentabilidade pela responsabilidade compartilhada

14 Novembro 2017

Construindo a Sustentabilidade pela responsabilidade compartilhada Em nosso próximo encontro do Clube Abraps convidamos você a discutir a Responsabilidade Ambiental Compartilhada com André Saraiva, criador desse programa - PRAC. Como...

Nossa Missão

Divulgar o PRAC como ferramenta e conceito de trabalho, criando uma base sólida e sustentável de dados para a conscientização através do Consumo Responsável na cadeia de produtos. do inicio ao seu fim, com isso recuperam-se valores e cuidados que devemos ter com o Meio Ambiente, direcionando parte dos resultados obtidos em atividades de Responsabilidade Social, fechando assim o ciclo desta atividade.