"Os princípios do PRAC estão em consonância com os princípios do direito ambiental, pois visam proporcionar para as presentes e futuras

gerações as garantias de preservação da qualidade de vida , conciliando elementos ambientais, econômicos e sociais compartilhando,

desta forma, a idéia do desenvolvimento sustentável."

André Luis Saraiva

 

1Princípio do direito ao desenvolvimento sustentável
A preservação do meio ambiente como princípio empresarial está na qualidade dos serviços, na rentabilidade e na conservação ambiental, entendidos pelo programa como metas igualitárias.

2Princípio da prevenção
A redução dos impactos ao meio ambiente envolve todos os processos e comportamentos do programa, sobretudo, a observação do consumo racional (econômico) de recursos, como também a prevenção de danos e minimização de seus efeitos.

3Princípio do direito fundamental da pessoa humana
Destacamos a conscientização dos direitos humanos, através da responsabilidade socioambiental dos colaboradores e dos gestores envolvidos no programa, bem como a importância dos stakeholders.

4Princípio da precaução
Buscamos melhoria contínua no âmbito do programa, trabalhando no sentido de manter as atividades sob controle e reduzir possíveis efeitos de todo o nosso processo sobre o meio ambiente com prudência e cautela em relação aos impactos ainda desconhecidos.

5Princípio da legalidade
A conformidade legal é a regra, porém o programa está na pró-atividade do sistema jurídico, pois traz soluções práticas na preservação e conservação do meio ambiente com benefícios diretos e indiretos para todos os atores envolvidos na responsabilidade pós consumo e logística reversa.

6Princípio da responsabilidade
A técnica empregada pelo PRAC obedece rígidos critérios sociais, ambientais e econômicos, garantindo a preservação do meio ambiente e da vida em todas as suas formas.

7Princípio do equilíbrio
A gestão do meio ambiente é uma constante no PRAC, envolve uma organização com competências e delegação de tarefas claramente definidas, considerando a variável ambiental no processo decisório e na política de desenvolvimento, onde todas as conseqüências de uma intervenção no ambiente devem ser consideradas.

8Princípio democrático de direito
Envolvemos nossos colaboradores, fornecedores e stakeholders em nossas medidas de prevenção do meio ambiente que são regidas pela participação comunitária.

9Princípio da cooperação entre os povos
Mantêm uma relação de cooperação com órgãos oficiais e um diálogo aberto com o colaborador e o público envolvido, pois os impactos ambientais podem ter repercussão local, estadual, federal e internacional.

10Princípio da natureza pública da proteção ambiental
O controle do Meio Ambiente é a premissa máxima do PRAC que se dá de forma regular e constante, onde monitoramos a eficácia do nosso sistema de gestão ambiental. Os resultados dos controles são avaliados e havendo necessidades de melhorias a implantamos prontamente, colaborando desta forma com o Poder Público e com a sociedade.